2. Redigindo um artigo científico… Que estrutura deve ter?

Título: Descreve de forma lógica, rigorosa, breve e gramaticalmente correcta a essência do artigo.
Autor e afiliação: Indicação do nome do autor (ou autores) e da instituição a que pertence. É frequente indicar também o endereço de correio electrónico.
Resumo: Não deve exceder 200 palavras e deve especificar de forma concisa:

  • O que é que o autor fez.
  • Como o fez (se for relevante).
  • Os principais resultados (numericamente, se for caso disso).
  • A importância e alcance dos resultados.

O resumo não é uma introdução ao artigo, mas sim uma descrição sumária da sua totalidade, na qual se procura realçar os aspectos mencionados. Deverá ser discursivo, e não apenas uma lista dos tópicos que o artigo cobre. Deve-se entrar na essência do resumo logo na primeira frase, sem rodeios introdutórios nem recorrendo à fórmula estafada “Neste artigo …”. Não se devem citar referências bibliográficas no resumo. Convém lembrar que um resumo pode vir a ser posteriormente reproduzido em publicações que listam resumos (de grande utilidade para o leitor decidir se está ou não interessado em obter e ler a totalidade do artigo).

Palavras-chave: Por vezes é pedido que um artigo seja acompanhado por um conjunto de palavras-chave que caracterizem o domínio ou domínios em que ele se inscreve. Estas palavras são normalmente utilizadas para permitir que o artigo seja posteriormente encontrado em sistemas electrónicos de pesquisa. Por isso, devem escolher-se palavras-chave tão gerais e comuns quanto possível. Um bom critério é seleccionar as que usaríamos para procurar na Web um artigo semelhante ao nosso.

Introdução: A introdução fornece ao leitor o enquadramento para a leitura do artigo, e deve esclarecer:

  • A natureza do problema cuja resolução se descreve no artigo,
  • A essência do estado da arte no domínio abordado (com referências bibliográficas),
  • O objectivo do artigo e sua relevância para fazer progredir o estado da arte.

Corpo do artigo: Constitui a descrição, ao longo de vários parágrafos, de todos os pontos relevantes do trabalho realizado.

Conclusões: Devem ser enunciadas claramente, e deverão cobrir:

  • O que é que o trabalho descrito no artigo conseguiu e qual a sua relevância,
  • As vantagens e limitações das propostas que o artigo apresenta.

Quando for caso disso, deve incluir ainda: referência a eventuais aplicações dos resultados obtidos e recomendações para trabalho futuro.

Agradecimentos: Um artigo científico resulta com frequência do empenho de muita gente, para além dos que o assinam como autores existem elementos da equipa e amigos que contribuíram, de uma forma ou outra, para a sua existência e qualidade. É neste ponto de um artigo científico (entre as “Conclusões” e as “Referências”) que se colocam os “Agradecimentos”. Quando a actividade que conduziu ao artigo é total ou parcialmente financiada por uma instituição diferente da que é indicada como sendo de filiação do autor, é também aqui que se mencionam os apoios. Várias instituições de financiamento exigem formalmente que o seu apoio seja referido neste ponto. Mesmo que tal não fosse obrigatório, faz parte das regras de boa cordialidade científica mencionar aqui as instituições que apoiaram o trabalho.

Referências Bibliográficas: Trata-se de uma listagem dos livros, artigos ou endereços electrónicos que foram referenciados ao longo do artigo. Existem várias normas de referenciação.

Exemplos de artigos científicos:

https://estudogeral.sib.uc.pt/dspace/bitstream/10316/243/1/MMB%20Biblioteca%20Digital.pdf

https://estudogeral.sib.uc.pt/dspace/bitstream/10316/2590/1/126-851-1-PB.pdf

Referências:

COMO ESCREVER  UM ARTIGO CIENTÍFICO OU TÉCNICO: ALGUNS ASPECTOS [Em linha]. [Acedido a 14 Out. 2009]. Disponível na internet: <URL: http://docentes.fam.ulusiada.pt/~d1207/docs/mestrado/EscritaArtigoPerspectiva1.pdf>.

FIGUEIREDO, António Dias – Escrever um artigo científico: das partes para o todo [Em linha]. [Acedido a 14 Out. 2009]. Disponível na internet: <URL:http://eden.dei.uc.pt/~ctp/papers.htm>.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s